Workshop Desenvolvimento de Aplicações para iOS com Delphi

Workshop Desenvolvimento de Aplicações para iOS com Delphi

Não perca essa oportunidade de entrar no mundo móvel, participando do Workshop, nele iremos trabalhar com controles básicos, vamos aprender a trabalhar com banco de dados, estruturas mestre-detalhe, acessar um servidor DataSnap, e muito mais. Tudo isso com o novo RAD Studio XE4, Inscreva-se agora! Vagas limitadas

Case de Sucesso com Firemonkey

Case de Sucesso com Firemonkey

Para quem duvidava do sucesso do Delphi Firemonkey para dispositivos móveis. Leiam essa notícia.
Fonte TiInside:
Tramontina customiza software e equipa força de vendas com iPad

A Tramontina, fabricante brasileira de talheres, panelas e utensílios domésticos, decidiu aposentar os mostruários e catálogos de produtos em papel e, ao mesmo tempo, municiar os 500 funcionários que compõem a sua equipe de vendas com tablets. A ideia também foi aproveitar os recursos oferecidos pelo aparelho para tornar mais ágil o envio de pedidos e o fechamento de negócios. Até então, parte desses funcionários usavam obsoletos PDAs da Palm, enquanto outra parte deles utilizavam notebooks, aparelhos mais pesados e sem tanta mobilidade, para fechar os pedidos.

A empresa então resolveu adquirir iPads, da Apple, por sugestão dos próprios funcionários, o que a levou também a contratar uma ferrramenta para o desenvolvimento de um sistema de vendas remoto. A própria equipe de TI da Tramontina sugeriu a contratação do Delphi, plataforma da Embarcadero, para desenvolver o software para o sistema operacional iOS. O principal motivo da escolha, segundo o gerente de TI da Tramontina, Marcos Sganderlla, foi a simplicidade da linguagem Pascal, que permitiu o desenvolvimento do sistema não apenas para o sistema da Apple, como também o Windows, da Microsoft. Até o fim do ano, ele deve funcionar também no Android, do Google. Isso deu à Tramontina a possibilidade de criar um sistema reaproveitável em diversas plataformas de hardware.

“Nossa equipe de desenvolvimento já é capacitada para trabalhar com essa linguagem. Ela é simples de ser trabalhada e permitiu desenvolver uma solução que possibilitou manter o banco de dados e o armazenamento”, conta Sganderlla. Ele explica que muitos vendedores trabalham em áreas remotas de estados como Pará, Amazonas, Mato Grosso, onde não há internet. Assim, o Delphi tornou possível um sistema no qual as vendas são armazenadas no próprio hardware e, ao primeiro sinal de conexão, são enviadas à matriz. “Ele permite que todo o sistema funcione de forma ininterrupta, com efetividade e na melhor velocidade possível”, afirma o executivo.

Outro atrativo do Delphi foi o baixo custo. Em vez de investir em licenças para usuários únicos, a tecnologia foi customizada por dois desenvolvedores. Logo, o custo das duas licenças ficou em torno de R$ 9 mil reais. “Considerando a redução de 20% no tempo para fechar um pedido e os ganhos para a força de vendas, o valor investido foi irrisório”, afirma.

Sganderlla conta que o sucesso da implantação se deveu ao apoio da equipe da Embarcadero. O alto conhecimento da solução e do mercado deu a segurança à equipe da Tramontina para chegar a um sistema que atendesse às suas necessidades, ultrapassando limitações da solução e também utilizando os recursos nela disponíveis. “O mais importante é que lidamos com vendas complexas. São 17,5 mil itens no catálogo, 230 mil clientes em todas as regiões do país. O conhecimento de Tertius e a robustez do Delphi foram capazes de suportar essa complexidade das operações”, conclui Sganderlla.